Observatório Psicanalítico – OP 311/2022 

Ensaios sobre acontecimentos sociopolíticos, culturais e institucionais do Brasil e do Mundo

Devaneio premonitório

Gustavo Gil Alarcão (SBPSP)

Domingo será primeiro de Maio, dia do Trabalho, isso tem importância para esse texto! Tive aqui um sonho acordado, um devaneio que preciso compartilhar. Bolsonaro tentará um golpe, é claro, como já havia previsto nosso colega Luiz Meyer, em texto que publicou na Folha em junho de 2020.

O devaneio que tive e que preciso compartilhar é o seguinte. Bolsonaro dará um golpe, mas um golpe-broxado. Ele causará tumulto, ele estimulará sua gangue, ele falará coisas ainda mais descabidas. Ele ameaçará a democracia. Ele continuará a zombar do STF. Ele desqualificará as eleições. Ele chamará seus adversários políticos de bandidos, tentando sempre humilhar, silenciar e massacrar o outro.

A lista de coisas que ele e sua gangue tentará fazer é extensa. Não vale perder mais tempo com isso. Sua gangue é violenta. Contudo, fica cada vez mais claro o despreparo absoluto de todos eles. Todos, que pegaram o elevador da fama política recente se mostraram absurdamente despreparados. Deputado que vai para Ucrânia zombar e humilhar mulheres, deputado que apalpa deputada em plena luz do dia, ministro de Estado que dá tiro em aeroporto, ministérios que viraram balcão de negócio barato, absoluta displicência e corrupção para lidar com a pandemia, a economia e todo resto do país. Enfim, novamente: a lista é longa, não percamos mais tempo.

Apesar disso, parece que a maior parte de nós, brasileiros, agora está consciente do estrago. Torço para que a turma mais poderosa, aquela que controla a grana e o poder também perceba a inépcia absoluta de Jair e sua gangue.

O golpe virá e será uma réplica daquele desfile vexatório do tanque de guerra que ocorreu em Brasília, em agosto de 2021. Aquele mesmo, onde o tanque pifou. Jair está prestes a realizar seu maior e mais secreto desejo: ele quer mostrar ao mundo o que é uma verdadeira broxada. Ele quer explicitar sua impotência e o fará, dando um golpe-broxado.

A obsessão dessa gangue por “pirocas” e elementos fálicos é tamanha, que qualquer analista de Bagé, e mesmo esse aqui, mineiro de Uberlândia radicado em São Paulo há quase vinte anos, é capaz de interpretar: impotentes, assustados e inseguros precisam reforçar absurdamente sua suposta virilidade. Como diria Freud: “pobres diabos”.

Eis, que enfim, ele conseguirá mostrar para todo mundo sua maior fraquejada: himself, ele mesmo, soi-même. O golpe-broxado já está acontecendo, mas seu ápice-épico será em outubro quando ele perder as eleições.

A gangue causará tumulto, mas, a maioria dos brasileiros é democrática e já sacou que eles só querem saquear o país. Não haverá Viagra, Cialis ou Levitra (nomes comerciais de remédios para impotência) que “levante o golpe-broxado”. Será um vexame.

Ele entrará (ou não?) para os anais, como a maior e mais explícita broxada da história. 

Primeiro de Maio, será o dia da anunciação do golpe-broxado. 

Trabalhadores, prestem atenção!

Referências:

Meyer, Luiz.: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2020/06/por-que-havera-golpe.shtml fumaca-preta/

(Os textos publicados são de responsabilidade de seus autores) 

Imagem: https://olhardigital.com.br/2021/08/10/carros-e-tecnologia/tanque-desfile-bolsonaro-

Colega, click no link abaixo para debater o assunto com os leitores da nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/252098498261587/posts/2230074693797281/?d=n

Tags:
Share This